Você já agradeceu hoje?

Passamos a vida inteira reclamando, lutando, procurando a felicidade. Mas, e o agradecimento? Você já parou para pensar o quão importante é agradecer? Não importa o que ou a quem, agradecer é sempre bom! Por isso, o post de hoje é relacionado ao verbo agradecer. Bora agradecer?

Já faz um tempo que venho pensando sobre minha vida. De uma forma engraçada e que a só a Vida sabe fazer, tudo deu certo. Deu certo sim, não foi como EU queria, mas de alguma forma a Natureza transpirou a meu favor. Vai saber, né?

Fonte: We heart it

Fonte: We heart it

Passei então a perceber que independe das forças que coordenam e mantém o Universo (por enquanto) em equilíbrio, estamos todos subordinados a elas, independente de nossas vontades. Sim, as nossas vontades contam muito também, mas eu queria muito duas coisas e não ganhei nenhuma. #trágico?

Indignada, cheguei até questionar, muitas vezes, minhas crenças, mas percebi que não tem necessariamente a ver com elas: tem a ver comigo. Completamente comigo, não com o que eu acredito. E eu vi que não vale a pena se preocupar excessivamente com as coisas — tudo bem, isso até pode ser culpa do livro do Jack Kerouac — mas eu provei que se estressar excessivamente só vai me causar mais cabelos brancos indesejáveis.

Ao invés disso, ainda na minha autorreflexão, percebi que vale mais a pena eu agradecer às forças inertes no Universo  PELA MINHA VIDA?  do que eu ficar reclamando e me questionado ‘PORQUÊ?’ quando eu já sei a resposta. Sabe?

Não é difícil perceber isso, mas é mais fácil reclamar e jogar a culpa, o fracasso, o erro, nas costas de alguém. É mais fácil apontar o dedo, dizer que um ‘Deus’ é errado, ou que ele sabe o que faz, e deixar-se levar pelo fluxo…
…Eu prefiro acreditar que tudo está certo. Porém, para sabermos disso, não precisamos de crenças e sim agradecer e enxergar a vida — se for necessário — com outros olhos. De preferência, com a cor distintas dos seus.

Enfim, sei que não é fácil agradecermos. Tampouco, enxergarmos nosso erro. Porém, sei também que é necessário, uma vez que, agradecendo, demonstramos, simultaneamente, um pouco de humildade. E isto faz bem para qualquer um.

Eu queria escrever mais, divagar e divagar, mas talvez o texto tenha ficado um pouco confuso. De qualquer maneira, agradecer é necessário. Já parou para se perguntar se você já agradeceu hoje?

Thamires Coelho, 18 anos, Rio Grande do Sul. Eterna estudante da Vida, caçadora de conhecimento, idealista, impulsiva, apaixonada e desorganizada. Adoro escrever e dar meu pitaco na conversa dos amigos! No twitter, divago em @thamirescoelho_.
Anúncios